Sinais de Que Você está Estressada

0

Dicas para lidar com os sinais do estresse

O estresse é praticamente inevitável nos dias de hoje. Basta ligar a TV, verificar o seu correio de voz, ou checar seu email e você provavelmente vai encontrar todos os tipos de estressantes.

Eles podem te afetar mentalmente, com certeza. Estar estressa também pode afetar seu corpo sob a forma de sinais físicos.

Se você já teve uma dor de cabeça depois de um dia particularmente estressante no trabalho, então você sabe exatamente o que quero dizer. Ter que lidar com tudo e seu corpo será inundado com hormônios do estresse, que criam uma espécie de reação em cadeia.

Então, qual é a melhor maneira de obter lidar e com os sinais de estresse? Vamos ajudá-lo a identificar alguns deles e o que você precisa fazer para relaxar .

– Você está sempre doente e simplesmente não consegue se curar

Se parece que todas as semanas você tem uma tosse, dor de garganta ou febre, você pode querer culpar sua carga de trabalho e não apenas seu colega de trabalho espirrando. Quando estamos sob extrema pressão, nossos corpos secretam um hormônio do estresse chamado cortisol que pode nos ajudar a curto prazo. Mas se você está estressado constantemente, esses hormônios não são tão úteis e podem se esgotar ao longo do tempo. O cortisol e outros hormônios são componentes do sistema imunológico e, embora ajudem o corpo a lidar com o estresse, quando esses hormônios se esgotam, ficamos mais suscetíveis à doença.

E os efeitos colaterais não terminam aí. O estresse também pode retardar a cicatrização de feridas, contribuir para a reativação de vírus latentes e aumentar a vulnerabilidade a infecções virais.

O que fazer: Ouça o seu corpo quando você se sentir cansado ou drenado e tire um tempo para descansar e dormir um pouco mais. Se você recentemente passou um tempo viajando, finalizando um projeto de trabalho, ou apenas teve um monte de reuniões, permita que seu corpo se recupere por um tempo.

– Você está tendo problemas para se concentrar

Quando você está muito sobrecarregado para se concentrar no que está na frente de você, ou você não consegue se lembrar de coisas simples como o nome de um colega de trabalho, pode ser um sinal de que você está sobrecarregado. Pesquisas revelam que existe um relacionamento entre a exposição prolongada a quantidades excessivas de cortisol ao encolhimento do hipocampo, o centro de memória do cérebro. Estudos têm demonstrado que o estresse a longo prazo estimula o crescimento das proteínas que podem causar a doença de Alzheimer.

O que fazer: Se você estiver passando por isso no trabalho, parar e respirar profundamente pode ajudar quando você estiver sob uma situação de pressão. Saiba que respirar profundamente não só afeta como nossos pensamos nos controlam ou nós os controlamos, mas também afeta as sensações corporais que são experimentadas quando somos confrontados com uma situação de alto estresse. Este tipo de respiração pode ajudar a controlar a frequência cardíaca e fluxo sanguíneo, bem como a tensão muscular.

–  Você tem dor de cabeça constante que simplesmente não passa

Se você sentir pulsação ou sentir pressão em qualquer lugar na cabeça ou área da têmpora, há uma boa chance de que seja uma tensão ou dor de cabeça de estresse. Muitas pessoas apontam para problemas particulares em sua vida que podem estar causando essa dor, mas o estilo de vida pode ser o culpado. Tenha em mente, se sua dor de cabeça é como uma “dor de cabeça de enxaqueca”, “a pior dor de cabeça de sua vida”, ou uma dor de cabeça que acorda você do sono, esses são sinais de um problema de saúde perigoso e você deve visitar um médico imediatamente.

O que fazer: Quando o estresse é a causa de sua dor de cabeça, saber de onde vem a sua dor de cabeça já é uma terapia útil. Muitas vezes, as pessoas ficam preocupadas ao tentar descobrir a causa, então saber que não é um problema sério de saúde faz as pessoas se sentirem melhores. Às vezes a maneira mais eficaz de um médico tratar um paciente é ensiná-lo sobre os seus sintomas.

–  Suas costas ou pescoço está sempre doendo

Se você tem nós em seus ombros, um pescoço duro ou sua parte inferior das costas doe após um longo dia de trabalho, poder ser não somente a posição que você fica no trabalho.  Os altos níveis de estresse e tensão criam desconforto e dor muscular, apertando os músculos e causando espasmos musculares. E músculos rígidos em seu pescoço também pode levar a dores de cabeça.

Se sua dor nas costas se desenvolveu após um acidente ou trauma emocional, também pode ser um sinal de transtorno de estresse pós-traumático (PTSD). Recomenda-se falar com um médico.

O que fazer: Muitas técnicas de relaxamento podem ajudar na redução do estresse, incluindo respiração profunda, meditação, massagens e yoga. Tente dedicar um tempo para esticar o corpo ao longo do dia para ajudar prevenir problemas musculares.

– Você não consegue dormir bem

Se você acorda preocupado ou ruminando sobre as coisas, pode ser um sinal de ansiedade ou depressão. Depois de um longo dia, o sono deve vir fácil e, finalmente ser um momento em que você pode desligar o cérebro e relaxar. Se você se sentir cansado, mas tem dificuldade em adormecer, é possível que você tenha fadiga relacionada ao estresse.

O que fazer: Fale com o seu médico se isso estiver acontecendo regularmente e discuta se o seu estresse é crônico, do tipo que pode levar à depressão. Quando você não está dormindo bem, aborrecimentos diários podem fazer você se sentir ainda mais oprimido e frustrado porque você está mais vulnerável. Aborde seus problemas de sono, perguntando a si mesmo se você está dormindo seis ou mais horas por dias, e se não, procure determinar o que está interferindo no seu sono.

– Seu cabelo está caindo

Se você está acordando com mais do que alguns fios em seu travesseiro, você pode estar sofrendo de uma condição médica chamada alopecia areata. Esta é uma doença de pele auto-imune provocada quando o sistema imunológico do corpo ataca os folículos pilosos, causando pequenas manchas redondas de perda de cabelo no couro cabeludo. Não é perigoso, mas é provável que esteja associado ao estresse grave. Esta doença é mais provável de ocorrer em mulheres jovens ou adolescentes.

O que fazer: Na maioria dos casos, esta é normalmente uma condição temporária e seu cabelo vai crescer quando o estresse for minimizado. Mas não tenha medo de falar com seu médico sobre o que está acontecendo. Ele pode recomendar esteroides injetáveis ​​ para ajudar com o crescimento do cabelo, é melhor fazer um exame, já que a perda de cabelo também pode ser um sinal de uma infecção fúngica do couro cabeludo, uma função bacteriana ou mesmo um distúrbio da tireoide.

Share.

Leave A Reply