Suplementos e Vitaminas para Tratar a Depressão Pós-parto

0

Depressão pós parto está relacionada a desequilíbrios químicos e suplementação pode ajudar a tratar a condição

A depressão pós-parto é vivida por cerca de 15% das mulheres após o parto. Os sintomas podem aparecer dentro de alguns dias após o nascimento, podem persistir por 10 dias e podem se tornar graves e ameaçar o bem-estar da mãe e do bebê. Depressão, cansaço excessivo e pensamentos de suicídio caracterizam esta condição, e nos casos mais graves, a psicose pode ocorrer. A depressão pós-parto está relacionada a desequilíbrios químicos cerebrais, resultantes de nutrientes que o corpo não possui, o que estabiliza os neurotransmissores de serotonina e norepinefrina. Buscar um médico é o primeiro passo para estabelecer o tratamento para esta condição, além da suplementação com vitaminas e suplementos.

Niacina e ferro

A serotonina neurotransmissor do cérebro é importante para regular o humor, o sono e o apetite. O seu corpo produz este produto químico com a ajuda de alimentos ricos em niacina e ferro mineral. A ingestão adequada de niacina e ferro converte o triptofano no composto 5-hidroxil-L-triptofano, que é uma versão da serotonina. O tratamento da depressão pós-parto inclui a prevenção de deficiências de niacina e ferro, quer através da alimentação ou pelo uso de suplementos. A recomendação de dose diária de niacina para mães que amamentam é de 17 mg, com um limite de 35 mg. A ingestão de ferro varia de 9 a 18mg, com um limite para 45mg. As fontes de alimento incluem: 85 gramas de frango (equivale a 7,3 mg de niacina e 12,8 mg de ferro); 1 xicará de nozes ou feijões (com entre 1.8 a 3.8mg de niacina e 3.8 a 8.8mg de ferro); e cereais (que podem conter 5 a 27mg de niacina e 18mg de ferro) dependendo se for fortificado ou não. Consulte o seu médico sobre a dose adequada e as opções de suplemento.

Cálcio e vitamina D

De acordo com o pesquisas, os suplementos de cálcio podem ajudar a diminuir os sintomas da depressão pós-parto. Para que seu corpo use adequadamente cálcio, no entanto, você também deve obter uma ingestão adequada de vitamina D. A recomendação diária para cálcio em mulheres que amamentam é de 1.000 mg, com um limite de 2.500mg, e a ingestão de vitamina D é de 400 unidades internacionais. O cálcio é obtido a partir de alimentos como produtos lácteos, vegetais verdes, como brócolis e cereais fortificados. O leite é geralmente fortificado com vitamina D para auxiliar na absorção de cálcio, ou você também pode obter vitamina D a partir de 15 minutos de exposição solar, pelo menos três vezes por semana.

Erva de São João

A erva de São João é um suplemento à base de plantas comumente usado no tratamento de sintomas leves a moderados de depressão. Esta erva contém compostos como hipericina e hiperforina, que acredita-se poder aumentar os níveis de serotonina no cérebro. A erva pode ser encontrada em forma de cápsulas ou em forma de folhas secas para fazer chá. A dose adequada é de até 900 mg por dia para reduzir os sintomas pós-parto. Embora esta erva seja altamente utilizada para o tratamento da depressão, muitos estudos demonstram que é preciso precaução na hora de usar a erva. Outras ervas consideradas úteis na gestão de sintomas de depressão incluem chá de raiz de alcaçuz e ginkgo biloba. Consulte o seu médico antes de usar qualquer erva para tratar a depressão.

 

Vitaminas B

As vitaminas B servem para uma variedade de funções em seu corpo, como a regulação do metabolismo e a manutenção de níveis de energia. Ao tratar a depressão pós-parto, consumir alimentos com estas vitaminas ou usar uma vitamina do complexo B pode ajudar a gerenciar os sintomas devido ao papel que este grupo desempenha na conversão de triptofano em serotonina. Encontre um complexo contendo vitaminas B6, B9 e B12 para uma nutrição adequada. Os alimentos que contêm as vitaminas B incluem nozes e feijões, carnes magras, como frango ou frutos do mar e cereais fortificados. Consulte o seu médico sobre a dosagem adequada das vitaminas B no tratamento dos sintomas pós-parto.

 

Outras formas de aliviar os sintomas de depressão pós-parto

–  Descanse – é importante descansar, então se você tiver algum parente que possa te ajudar com o recém nascido, isso vai ser de grande ajuda para aliviar a depressão.

– Alimente-se – nutrientes ajudam seu corpo a regular os hormônios. Em tempos de estresse, mudança e cura, seu corpo usa uma grande quantidade de nutrientes. Você precisa desses componentes vitais para equilibrar seus hormônios e apoiar os neurotransmissores. Além dos suplementos e vitaminas citados acima inclua na sua dieta: verduras de folhas escuras, grãos integrais, frutas, melaço e alimentos ricos em proteínas.

– Reduza o estresse: Reduzir o estresse pode assumir duas formas: prevenção e liberação. Tome medidas preventivas – diga não às funções sociais ou familiares em que você não se sinta com energia, diminua as obrigações desnecessárias, peça ao seu companheiro ou familiar que adote as responsabilidades temporariamente.

– Pratique exercícios de relaxamento profundo – Existem muitos exercícios de relaxamento profundo que são profundamente eficazes, e fazê-los em casa irão ajudá-la. Tente fazê-los diariamente e passe pelo menos 5 minutos praticando o relaxamento.

– Faça exercícios todos os dias. Exercite-se pelo menos 90 minutos por semana. A pesquisa confirma que exercitar-se por 5 a 10 minutos são tão eficazes quanto as praticas mais longas.

– Mantenha uma rotina. Pode ser uma rotina diária ou uma rotina semanal. Mesmo as “rotinas” sazonais, atividades ou rituais realizados em determinados momentos em torno do ano, fortalecem nossa sensação de rítmica e resiliência.

– Ria regularmente. Visite pessoas que fazem você rir, leia sites de piadas ou assista a um programa de TV que sempre te faz dar risada.

– Ore ou medite. A transformação e o crescimento espiritual são uma parte comum da transição para a maternidade. Como sua vida mudou. Isso afeta seu controle no mundo, bem como significado, propósito e identidade. Explorar o significado espiritual é um meio saudável de integrar a maternidade ou a paternidade em você.

– Ouça música e cante – As músicas podem expressar qualquer emoção e podem ser usadas para liberar emoções que você está sentindo ou para criar em você emoções que você está procurando.

– Use óleos essenciais para a depressão. Para um banho morno ou para óleo de massagem use 2 ½ colheres de óleo de amêndoa, adicione 2 gotas de neroli, 2 gotas de petitgrain e 2 gotas de óleo de laranja. Desfrute de uma massagem ou imersão por 10 a 15 minutos. Estes três óleos vêm de três partes da laranjeira: as flores, as folhas e os galhos e a fruta. Quando usado em conjunto restaura o equilíbrio. A bergamota, o jasmim, o neroli ou a sálvia também são recomendados para depressão pós-parto.

– Use óleos essenciais para a fadiga. Para incentivar o descanso profundo – use 3 gotas de lavanda, manjerona ou camomila romana em um banho quente antes de ir dormir. Para criar uma sensação de mais energia: 2-3 gotas de gerânio ou bergamota e 2-3 gotas de alecrim para um banho de manhã ou em uma tigela de água ou um difusor de fragrância para perfumar o ambiente: 2-4 gotas de qualquer um dos seguintes: gerânio, mandarina, rosa, bergamota, ylang-ylang, limão, lavanda ou alecrim. Especialmente recomendado é uma combinação de limão e gerânio.

Share.

Leave A Reply